De malas prontas para os EUA, Bruna Benites (SUD) fala da carreira

Aos 31 anos, a zagueira e capitã da seleção brasileira de futebol feminino, Bruna Benites, deu um show de simpatia ontem durante um bate-papo no Sesc Jundiaí. Bruna está de malas prontas para os EUA onde se apresentará ao Houston Dash, clube com sede em Houston, Texas para temporada que começa em março.

Para ela é mais uma oportunidade de investir em sua carreira e de mostrar o futebol brasileiro ao mundo, mas lamenta que as atletas ainda tenham que sair do país para isto. “Por enquanto não é possível ficar no Brasil e esperar que algum time surja ou nos chame, até porque não existem tantas atletas para que possa iniciar um campeonato, como no masculino. Se um time se forma é porque outro se fechou. Se houvesse mais investimentos e confiança no futebol feminino seria melhor para as atletas”, diz lembrando que 80% das atletas da seleção jogam fora do país.

Apesar de pouco tempo na seleção, Bruna já esbanja experiência de uma veterana, mas lamenta não ter conseguido a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, no ano passado. O Brasil amargou o quarto lugar, após perder para o bronze para o Canadá. “As meninas que desejam jogar futebol devem seguir seus sonhos, mesmo que tudo seja contra. O importante é focar em um esporte e seguir em frente.”

Ela ainda destacou a importância de os atletas unirem o estudo ao esporte, assim como ela fez. “Sai para jogar profissionalmente depois que me formei na faculdade. Assim tive o apoio dos meus pais”, diz ela, formada em fisioterapia.

Matéria extraída de:
http://www.jj.com.br/noticias-41604-de-malas-prontas-para-os-eua-bruna-fala-da-carreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *