Como os mórmons oram a Deus, o Pai Eterno?

A oração é uma parte vital da adoração dos membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, os mórmons.

Orar é se comunicar com Deus, o Pai, expressando nossos sentimentos e anseios. É a oportundiade de agradecer, pedir e reconhecer a vontade do Senhor.

Jesus Cristo ensinou que devemos orar ao Pai em nome Dele (3 Néfi 18:19). Assim, começamos a oração chamando Deus. Podemos usar qualquer um de seus muitos nomes e títulos – tais como “Pai Nosso”, Pai Eterno, “Deus”, “Senhor Onipotente” e ‘Pai Celestial”.

Podemos orar para expressar amor ao Pai Celestial e nos sentir mais próximos Dele. É importante agradecer as bênçãos que ele tem nos dado (Alma 7:23, 1 Tessalonicenses 5:18).

revelação pessoal, minha oraçao

Também é um momento de pedir orientação e ajuda nos assuntos cotidianos. Podemos orar por nossa família, amigos, vizinhos, trabalho, animais, estudos e muito mais. Podemos pedir proteção e segurança. Podemos que o Senhor abençoe o alimento que iremos ingerir. Precisamos pedir forças para lidar com a tentação e o mal – e para sermos perdoados de nossos pecados (Moisés 5:8, 3 Néfi 18:15, D&C 10:5, Alma 38:14, 17-27). Devemos buscar a vontade de Deus, submetendo nossas vontades a Dele (3 Néfi 18:20).

Ao orarmos a Deus devemos buscar ser reverentes. Embora Deus se importe mais com nosso sentimentos e com o que desejamos comunicar, é importante nos esforçarmos para usar uma linguagem que demostre nosso entendimento da grandeza de Deus. Assim, preferimos usar “Tua”, “Teu”, “Ti” em vez de “Sua”, “Seu” e “Você”. É também a razão pela abaixamos a cabeça e fechamos os olhos. Mas não devemos orar para impressionar outras pessoas. Devemos orar com humildade e sinceridade, para agradar a Deus.

Somos ordenamos a orar sempre (D&C 10:5) – e isso significa que devemos estar em “espírito de oração”. Nosso pensamentos podem ser elevados a Deus (Alma 34:27) – e podemos conversar com Ele sem qualquer formalismo. Todavia, é adequado que ao menos de manhã (ao acordar) de noite (antes de dormir) nos ajoelhemos e oremos particularmente em reverência a Deus. Também é importante orar antes das refeições.

Jesus Cristo ensinou que devemos orar em particular, mas também devemos orar em família (3 Néfi 18:21). Na Igreja também oramos em conjunto, unindo nossa fé para agradecer e pedir bênçãos.

Nossos oração não devem ser repetitivas. Não cremos em rezas decoradas – que ainda que sejam muito bonitas estão em contraste com o mandamento de Jesus de não usar vãs repetições (Mateus 6:7). O Pai Nossa foi um modelo, um padrão de oração – não uma reza que devemos repetir demasiadamente. Somos livres para nos comunicar com Deus abertamente.

Nossa oração em público não deve demorar, embora nossas orações pessoais podem demorar o quanto acharmos ser necessário.

Uma das coisas mais importantes sobre a oração é que Deus escuta todas – e as responde. Não importa quem somos e o que fizemos. Ele ouve o justo e o pecador.

Às vezes não temos vontade de orar, por estarmos zangados, aborrecidos ou desanimados. Mas precisamos orar quando chegar o momento de orar. O diabo não deseja que oremos, mas precisamos fazê-lo (2 Néfi 32:8-9).

Eu pessoalmente sei que Deus ouve as orações. E que Ele as responde. Às vezes responde com um não, às vezes com sim – e às vezes sua resposta é espere um pouco. Algumas vezes Ele não responde de imediato – e deixa eu decidir por mim mesmo e aprender com minhas decisões. Muitas vezes Deus responde nossas orações através de outras pessoas. Ao buscar inspiração li a resposta de Deus num versículo de escritura ou recebi mais entendimento ao ouvir um líder ensinar. Deus fala através das escrituras e de seus líderes. Teremos um artigo especialmente reservado para tratar sobre a revelação, que a resposta de Deus a nossas orações.

Para terminar, vou dar um exemplo de como podemos orar.

DEUS, Pai Celestial, sou grato pela oportundiade que tenho que viver neste últimos dias. Sou grato por Jesus Cristo ser meu Salvador. Sou grato pelo evangelho.
Peço a Ti que me abençoes com saúde, segurança e orientação – e que eu possa ser um instrumento de paz nas Tuas mãos.
Oro para que seja feita sempre a Tua vontade. Em nome de Jesus Cristo, amém.

Saiba mais:

A oração de um garotinho de 5 anos que mudou como converso com Deus

The post Como os mórmons oram a Deus, o Pai Eterno? appeared first on Mormonsud.net.

O post Como os mórmons oram a Deus, o Pai Eterno? apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *