O perigo do “só mais um pouquinho”

Não existe pecado grande e pecado pequeno. Você já ouviu essa expressão? Tudo que nos desvia do correto, estabelecido pelo Senhor, é pecado. E muitas vezes, tendemos a racionalizar o que é ou não errado para nós.

É Domingo e você diz que não pode jogar futebol, mas assiste a jogos pela televisão. Diz que é errado embriagar-se, mas toma coisas que são prejudiciais a saúde. Afirmamos seguir A Palavra de Sabedoria, mas não fazemos atividade física… Essa atitude de meio certo, corresponde ao que as escrituras chamam de “morno”. No capítulo 3, versículos 15 e 16 de Apocalipse, lemos:

“Eu conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera fosses frio ou quente! Assim, porque és morno, e nem és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.”

O Senhor espera que fazemos o nosso melhor. Muitas vezes o nosso melhor, não corresponderá nem a metade do que é o melhor para Deus, no entanto, Ele deseja que nos esforcemos sem procrastinar.  

sofrimento, duvidar

Quando sabemos que algo é errado, devemos imediatamente fugir daquilo ou daquela situação. Tiago 4:4 nos admoesta:

“Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.”

À medida que nós buscarmos a Deus, Ele nos mostrará nossas fraquezas e por sua Graça seremos capazes de vencê-las.

“E se os homens vierem a mim, mostrar-lhes-ei sua fraqueza. E dou a fraqueza aos homens a fim de que sejam humildes; e minha graça basta a todos os que se humilham perante mim; porque caso se humilhem perante mim e tenham fé em mim, então farei com que as coisas fracas se tornem fortes para eles.” (Éter 12:27)

No entanto, em muitas situações sabemos ser errado e tendemos a pensar, que um pouquinho só não nos fará mal algum. E estamos completamente enganados, quando pensamos dessa forma.

“Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem, mal; que fazem das trevas luz, e da luz, trevas; e fazem do amargo doce, e do doce, amargo!” (Isaías 5:20)

Pensar que “somente um pouquinho” não nos fará mal, é como pedir que uma pessoa entre com sua roupa nova em um lugar cheio de lama, por apenas 1 minuto. O tempo foi pouco, mas suficiente para sujar sua roupa.

Não podemos estar com um pé no Evangelho e o outro no mundo. Vamos guardar a Palavra de Sabedoria, ou beberemos uma lata de cerveja? Vamos renunciar a pornografia ou vamos assistir a vídeos impróprios online? Vamos pagar fielmente o dízimo ou vamos negar nossos ganhos? Como será nossa conduta?

“(…)Sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus, inculpáveis no meio de uma geração corrompida e perversa, no meio da qual resplandeceis como luminares no mundo.” (Filipenses 2:15)

“Tendo o vosso viver honesto entre os gentios; para que, naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, glorifiquem a Deus no dia da visitação, pelas boas obras que em vós virem.” ( 1 Pedro 2:12)

Não há como ver pornografia e ficar livre de seus efeitos, mesmo que seja só mais um pouquinho. Tudo o que foi visto e ouvido, ficarão para sempre na mente. Não há como beber só um pouquinho, isso irá viciá-lo com o tempo. A palavra de ordem é: não dê o primeiro passo. Afinal, é sempre mais fácil prevenir que combater.

Assim como em uma corredeira há limites e não precisamos chegar perto para vê-lo, em nossas vidas também há limites e não precisamos chegar perto também. O Élder David A. Bednar em um de seus discursos falou sobre isso:

Há um perigo enorme em dizer “só mais um pouquinho”. Esse “só mais um pouquinho”, pode nos levar a pecar, atrasa nosso progresso e muitas vezes impedem-nos de progredir. Devemos fazer o certo, mesmo que poucos o façam e nunca, devemos fazer o errado, mesmo que muitos o façam.

Precisamos estabelecer limites e segui-los, no tocante a todas as coisas em nossas vidas.

“Pois eis que não é conveniente que em todas as coisas eu mande; pois o que é compelido em todas as coisas é servo indolente e não sábio; portanto, não recebe recompensa.

Em verdade eu digo: Os homens devem ocupar-se zelosamente numa boa causa e fazer muitas coisas de sua livre e espontânea vontade e realizar muita retidão.” (D&C 58:26-27)

O desejo de nosso coração, deve ser o de manter-nos irrepreensíveis perante o Senhor, para que no último dia, possamos ouvir de sua boca:

“Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.” (Mateus 25:21)

Relacionado:

O que Satanás faz quando ele não consegue fazer você pecar

The post O perigo do “só mais um pouquinho” appeared first on Mormonsud.net.

O post O perigo do “só mais um pouquinho” apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *